Todos dubla!

Tecnologia

Era 2 de abril. Um dia comum, estava lá fazendo minha tatuagem, quando a começa a rir e fala: “A Rafa está se divertindo com esses vídeos!” Mas eu não podia ver os tais vídeos naquele exato momento. Só quando voltei para casa que entendi do que ela estava falando.
Era muito sensacional, mas eu ainda não tinha compreendido o que era: um site? Um app? Ele modifica a voz? É dublagem? Whatafuckisthat?
Foi assim, minha gente, que fui apresentada ao Dubsmash, que depois daquele final de semana viria a ser o app mais popular do momento.

App Store Brasil

App Store Brasil

Okay. Mas qual a graça?
Espero, de verdade, que não existam pessoas fazendo essa pergunta. Por quê? É óbvio. Nós passamos a vida imitando jargões de programas de TV e filmes, tentamos imitar o jeito e voz de personagens, mas poucos conseguem fazer isso com perfeição. E de repente nós temos o Dubsmash, que permite que todos sejam capazes de reproduzir aquela cena ou frase icônica. É muito divertido de fazer e assistir. Todo usuário de smartphone com senso de humor tem, pelo menos, 20 dubsmashes salvos no celular. (Eu tenho mais, confesso.)
Alguns são tão bons que eu assisto over and over again.

Eu posso fazer?
Qualquer pessoa com um smartphone compatível com o app pode fazer.

Eu sendo Rapunzel em Enrolados, da Disney.

Eu posso fazer bem?
Aí vai da capacidade de atuação e noção de timing de cada um. Eu já vi algumas dublagens péssimas, sem a menor sincronia entre o vídeo e o áudio. Esses rendem risadas de tão tosco e acredito que seja proposital. Porque você pode praticar, regravar o vídeo quantas vezes forem necessárias até acertar o ponto.
Além disso, você pode fazer uma super produção, o que super valoriza o trabalho. Eu sou super preguiçosa e péssima atriz, faço os meus do jeito que eu estiver, sentada ou deitada na cama e não arrisco interpretações que exijam muitas expressões faciais (vide acima).
A Val, minha prima, fez uma produção bacana como Luisa Marilac (lembram dela?) e algumas contas dedicadas ao Dubsmash no Instagram deram regram nela. A arrasou como Joker, como direito a make especial. E a Vivi encarnou o Sr. Smith de Matrix.

Aí, mas eu tenho vergonha…
Por favor, né? Rir de si mesmo é bom e necessário. Deixe a vergonha de lado, solte o seu lado ator/atriz e se joga. Faça caras e bocas, use apetrechos, entre no personagem. Se for o caso, chame os amigos e faça as dublagens que usam mais de uma voz. O importante é se divertir! Não precisa publicar para o mundo ver, guarde apenas para você. Eu fico revendo os meus e dos meus amigos e choro de rir. Também fiz alguns para mandar como resposta a algumas mensagens (Estúpida!, Booooring, Hoje você está insuportável, Fuck you, fuck you very very muuuch).
Eu, a Rafa e a arriscamos algumas em grupo e foi difícil de segurar a risada.

Dubsmash profissa
Alguns atores e apresentadores entraram na onda e estão publicando suas dublagens no Instagram. Nem preciso dizer que chega a ser injusto, né?
Confira alguns nas páginas da Débora Secco, Giovanna Antonelli, Caio CastroTiago Leifert.

Post anterior
Próximo post

You Might Also Like

%d blogueiros gostam disto: