Sobre a ansiedade e pensamentos sufocantes

Anything

O meu maior desafio na vida hoje (e desde sempre, se eu for sincera comigo mesma) é praticar o desapego. Mas não o desapego material. Não! Com esse tipo eu já sei lidar maravilhosamente… Quando estou na disposição, consigo fazer uma limpa no guarda-roupa e
na estante sem o menor pingo de dó.
O problema aqui é o desapego de pensamentos. Sabe quando você coloca uma coisa na sua cabeça e ela não sai, fica remoendo lá constantemente? É horrível, certo? Agora imagine dezenas de pensamentos assim te consumindo o dia inteiro e a noite e de novo no dia
seguinte. Para piorar, as chances de você estar se desgastando com algo desnecessário é grande. Como viver e aproveitar o que está acontecendo no agora? Não dá.

Quem tem ansiedade, sabe bem como esse processo funciona. Pequenas coisas como a recusa de um convite, uma resposta mais direta ou monossilábica, a demora para receber uma resposta no whatsapp, ou receber um emoticon de coração ao invés de três, como ele/a sempre manda, já se transformam em algo gigante que a sua mente vai ficar revendo durante o dia todo para entender o que está por trás daquilo. Porque é ÓBVIO que isso significa alguma coisa, de preferência, negativa.

hoodie-man-phone

Foto de Tom Eversley

Não é racional, mas é real. E muito. Parece que você sofre um bloqueio e fica impossibilitado de ver além dos seus questionamentos que, lá no fundo, você sabe que não fazem sentido e são desnecessários, mas eles ainda são mais fortes do que a sua vontade de desencanar, deixar isso para lá e se sentir em paz consigo mesmo.

E é assim que eu me sinto todos os dias: sufocada, consumida pelos meus pensamentos.

Alguns dias são tão ruins que eu costumo falar que não estou em um lugar muito bom. Porque
é essa a sensação, de que estou num lugar escuro onde quero ficar sozinha e, talvez, chorar, com a esperança de que as lágrimas levem tudo embora. Não quero falar com ninguém, nem comer, nem nada. Nesses dias eu só me obrigo a fazer o que eu realmente preciso, como ir trabalhar, por exemplo.

Para quem está de fora e não tem esse tipo de problema, tudo isso pode parecer ridículo, muito dramático e exagerado. Ou não, talvez vocês entendam, mesmo não passando por isso.

kit ansiedade1

Ontem foi um desses dias em que eu não estava num lugar muito bom e por isso resolvi escrever sobre isso, só para colocar para fora. Muitas vezes ajuda a aliviar um pouco… Válvulas de escapes são necessárias. Eu tenho a terapia, meu caderno de pensamentos aleatórios, meus livros e agora, meu caderno de quotes; além de técnicas de respiração e meditação.

ME ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS!

FACEBOOK  TWITTER  INSTAGRAM

Post anterior
Próximo post

You Might Also Like

%d blogueiros gostam disto: