Review: Perdido em Marte

Filmes

Hoje é dia que falarmos sobre filmes no blog!
Na semana passada (01/10), estreou nos cinemas de todo o Brasil o filme Perdido em Marte, adaptação cinematográfica do livro homônimo de Andy Weir.

poster perdido em marte

No post “Leituras abandonadas de 2015 – Parte 1” eu mencionei que havia abandonado essa leitura, mas que deseja tentar novamente antes de sair o filme. Não deu!
No dia 02/10 eu já estava lá para assisti-lo, pois minha curiosidade era maior e meu amigo não queria ver Evereste.
Dirigido por Ridley Scott (Gladiador) e estrelado por Matt Damon (Trilogia Bourne), o filme tem 2 horas e 21 minutos de duração e conta, principalmente,  a história do astronauta Mark Watney, que estava em uma missão em Marte e após uma tempestade, sofre um acidente, é dado como morto pelos colegas da tripulação e deixado para trás.

Ao acordar e se dar conta do que aconteceu, Mark começa a avaliar sua situação e calcular quais suas chances de sobrevivência e, mais importante, de voltar para casa.

Tensão. Essa é a palavra que define melhor o que eu senti enquanto assistia Perdido em Marte, um sentimento que persistiu do começo até pouco antes do final. Comecei a me perguntar se é um padrão para os filmes com essa temática, pois com Gravidade (2013) foi exatamente a mesma coisa, com a diferença de que foi uma hora a menos de filme.
Porém, apesar de toda a tensão, nós também temos muitos momentos cômicos. Alguns com o nosso protagonista, que tenta lidar com toda a situação extrema que está vivendo com um certo bom humor e ironia, e outros ficam por conta da equipe da NASA em terra.

Perdido-em-Marte-3

Perdido em Marte conta com um elenco fantástico, que não deixou a desejar nem um pouco em suas atuações. Entre eles Jessica Chastain (Histórias Cruzadas), Kristen Wiig (Missão Madrinha de Casamento), Jeff Daniels (Debi e Lóide) e Sean Bean (Game of Thrones).
O destaque, claro, fica com Matt Damon. Eu nunca conheci um astronauta de verdade, mas ele me convenceu e eu fiquei impressionada, de verdade. Não apenas com ele, mas toda a situação em si. Eu, particularmente, nunca quis ser astronauta e quando assisto esses filmes, concluo que realmente não levaria jeito para a coisa. Muita lógica, controle emocional… Quase meu completo oposto.

filme-Perdido-em-Marte

Concluindo, o filme é ótimo e muito bem desenvolvido. Não sei dizer o quão fiel ao livro ele é, mas até onde eu li estava tudo de acordo. Aliás, eu pensei que assistindo o filme eu me animaria a tentar ler o livro novamente, mas não. Todos os detalhes técnicos e científicos, que são super detalhados por Mark no livro e estavam me cansando, ficaram fora do filme; só tinha o necessário, o que realmente importava. Ótimo!
Como eu disse no começo, o filme é tenso e longo, então pode exigir uma certa paciência do espectador que não tem o hábito de passar muito tempo focado em uma única coisa na TV ou cinema. Mas vale a pena, acredite em mim!

ME ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS!

FACEBOOK ♥ TWITTER ♥ INSTAGRAM

Previous Story
Next Story

You Might Also Like

  • Nádia Tamanaha

    Também quero assistir esse filme! Fico muito tensa, mas adoro, haha! Gravidade me deixou louca e Interstellar mais ainda, porque chorei também, haha! Não tive vontade de ler esse livro, então acredito que não queira ler depois de assistir também. E também não gosto do título, que, por alguma razão, me dá a sensação de que se trata de uma história de comédia, acho que por causa do “perdido”, sabe? Enfim, vou assistir ao filme!
    beijos

    • Ainda preciso assistir Interstellar… Talvez nesse final de semana! E eu chorei com Perdido em Marte, pq sou mto emotiva, né?!
      Então, o nome original é The Martian, mas O Marciano não ia soar muito bem tbm, eu acho. Porém, entendo o que vc quer dizer com esse “perdido”. Nunca tinha pensado nisso, mas realmente passa essa impressão! rsrsrs
      Assista e dp me conte o que achou!
      Beijos.

%d blogueiros gostam disto: