O paraíso são os outros, Valter Hugo Mãe

Resenhas

Autor: Valter Hugo Mãe
Publicação: 2014             Editora: Cosac Naify
Gênero: ficção                   Avaliação: 5 de 5 estrelas
Páginas: 32                         Onde comprar? Buscapé | Americanas | Livraria da Folha | Submarino |

"O amor constrói. Gostarmos de alguém, mesmo quando estamos parado durante o tempo de dormir, é como fazer prédios ou cozinhar para mesa de mil lugares. Mas amar é um trabalho bom."

“Eu acho que as pessoas apaixonadas sentem saudades mesmo quando estão juntas, porque ficam sempre a olhar uma para as outras pasmadas como se fosse a primeira vez.”

Em O paraíso são os outros, Valter Hugo Mãe dá sequência a um trecho de seu livro A desumanização inspirado na célebre frase de Jean-Paul Sartre o inferno são os outros: o amor entre duas pessoas. Com isso, Valter Hugo propõe, neste livro, uma relação direta com seus textos, o que torna a obra atraente também para os fãs maduros.
A narradora de O paraíso são os outros é uma menina intrigada com um estranho comportamento dos animais e dos humanos: a necessidade de viver em casal. Ela observa que há casais de pinguins, golfinhos e também de homem com mulher, homem com homem, mulher com mulher. Tudo por causa do amor.

Apesar de ser catalogado como um livro infanto-juvenil, O paraíso são os outros é uma leitura indicada para todas as idades. Inclusive, eu acho que se tivesse lido esse livro quando criança ou adolescente, o conteúdo não teria feito tanto sentido para mim, nem teria me impactado da forma como impactou.

O paraíso são os outros é formado por 18 textos curtinhos narrados por uma menina de 11 anos, e ela fala sobre o amor de uma maneira extremamente inocente e pura. É impossível não se encantar com suas palavras. Além disso, o livro é ilustrado com obras de Nino Cais, que consistem em fotos de casamento em preto e branco com alguma alteração digital. É bem legal!

“Os adultos apaixonam-se ao acaso, ainda que façam um esforço para escolher muito ou com muita inteligência. Já aprendi. O amor é um sentimento que não obedece nem se garante. Precisa de sorte e, depois, empenho. Precisa de respeito. Respeito é saber deixar que todos tenham vez. Ninguém pode ser esquecido.”

Esse livro foi uma indicação da Rafaela… Quer dizer, mais ou menos. Uma vez ela mostrou um dos textos quando estávamos na livraria e eu nem dei muita bola, mas então ela ganhou de aniversário e eu o peguei para ver de verdade… Gente, foi amor à segunda leitura. Eu queria parar tudo e ler até o final. Não preciso nem dizer que entrou para a lista de favoritos da vida, né?! Obrigada, Rafa!

Valter Hugo Mãe sabe muito bem como usar a escrita de forma simples para descrever um sentimento tão complexo… Ou que nós tornamos tão complexo na nossa vida. Em 18 textos, eu marquei 10 quotes que falaram profundamente comigo, mas o livro todo é muito amor. E o melhor: não leva nem 30 minutos para lê-lo inteiro. Dá até para fazer o que eu fiz e ler duas vezes seguidas!

“O amor precisa ser uma solução, não um problema. Toda a gente me diz: o amor é um problema. Tudo bem. Posso dizer de outro modo: o amor é um problema mas a pessoas amada precisa ser uma solução.”

ME ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS!

FACEBOOK  TWITTER  INSTAGRAM

Previous Story
Next Story

You Might Also Like

%d blogueiros gostam disto: