Manual da mulher bem resolvida, Taty Ferreira

Resenhas

Autor: Taty Ferreiramanual da mulher bem resolvida
Publicação: 2015
Editora: Planeta
Páginas: 237
Gênero: não-ficção, auto-ajuda
Avaliação: 4 de 5 estrelas

Não se iluda! Este não é um manual que vai transformá-la em uma mulher bem resolvida da noite para o dia. Sinto muito se essa era a sua intenção. A ideia é fazer você perceber que existem outras maneiras de enxergar e vivenciar a vida, mais originais e divertidas. O fato de você estar louca para ler este livro também não a faz uma mulher mal resolvida, alguém que precisa de lições para aprender como lidar com as situações mais diversas. Principalmente porque, antes de tudo, somos mulheres, e mesmo as mais bem resolvidas têm seus momentos de dúvida e desilusão, não é mesmo? Este livro é um bate-papo sincero, que não pretende impor posições ou criar estereótipos. São apenas os pontos de vista de alguém que adora tagarelar sobre a alma feminina. Você pode concordar ou discordar como sempre acontece em uma roda de amigos…

Para quem não conhece, Taty Ferreira é a Acid Girl do blog Acidez Feminina. Ela também tem um canal no Youtube e foi assim que a conheci. Ela não tem papas na língua e eu acho que é isso que eu mais gosto nela. Ela é aquela amiga que te dá um tapa na cara para você acordar para a vida, sabe?
Não existe tabus para Taty: relacionamentos, sexo, higiene feminina, homens, machismo, feminismo… Ela fala de tudo em seu canal. Tem gente que não gosta muito do jeito dela, mas eu curto.

“A independência é o primeiro e mais importante passo para conseguir ser bem resolvida, e também o primeiro para começar a ser bem-sucedida.”

Manual da mulher bem resolvida não é um guia que irá transformá-la de um dia para o outro, mas ele serve para nos dar aquela chacoalhada para ficarmos espertas. Taty fala muitas coisas que nós já estamos cansadas de saber, mas que parece que esquecemos sempre que começamos ou terminamos um relacionamento e passamos por alguma dificuldade na vida.

“E a verdade é dura, mas tem que ser dita: se você não se sente inteira e completa por si só, ninguém conseguirá fazer isso por você.”

Para mim, livros de auto-ajuda não servem de nada se você realmente não está procurando o tipo de ajuda que ele pode oferecer. E também não é o tipo de leitura para você fazer uma vez, achar que absorveu tudo e deixar para lá. Não. Enquanto eu leio, faço diversas marcações em tudo aquilo que significa algo para mim no momento, ou que eu precisava ter ouvido quando passei por alguma situação (que pode ou não acontecer de novo), ou que eu sei que seria ótimo ouvir se aquilo vier a acontecer na minha vida.
Com Manual da mulher bem resolvida não foi diferente. Ele tem umas passagens muito legais que valem ser relidas naqueles momentos em que ninguém sabe o que falar para a gente, ou quando simplesmente não queremos ouvir.

“Tenho apenas uma amiga de longa data (posso contar nos dedos das mãos meus verdadeiros amigos). E, se tem um motivo pelo qual somos amigas até hoje, é o fato de ela nunca ter me negado uma boa chacoalhadas.”

A linguagem da Taty é super informal, como se você estivesse falando com uma amiga mesmo. Ou assistindo os vídeos dela. O livro é curtinho e a leitura flui muito bem se você curtir o gênero, claro.
Eu dei 4 estrelas porque, apesar de ter gostado bastante do livro, esperava um algo a mais. Algo além do que estou acostumada a ver no youtube, mas não houve surpresas. Isso não quer dizer que não tenha valido a pena.

“Dezenas de curtidas insossas não são capazes de preencher o vazio interno.”

ME ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS!

FACEBOOK ♥ TWITTER ♥ INSTAGRAM

Previous Story
Next Story

You Might Also Like

  • Ai que legal, Ká! Eu adoro a Taty, sempre assisto aos vídeos e adoro esse jeitão dela. É meio uma “musa” porque eu realmente sinto que ela tem opinião formada e é muito independente. Adorei a dica, vou colocar na wishlist 😀 Beijos

    • Oi, Vi!

      Achei esse livro super a sua cara. Leia que tenho certeza que vc vai gostar!
      Tbm gosto muito do jeito da Taty e admiro a coragem dela dar sua opinião com um phoda-se bem grandão ligado.

      Beijos!!

  • Então pode ler esse aí que é bem engraçado, Lelê!!

    Beijos!

%d blogueiros gostam disto: