A Esperança: o final – Livro x Filme

Well. Well. Well… Welcome to the Hunger Games and may the odds be ever in your favor.

Olá, tributos!

Ontem, dia 18/11/2015, foi um dia mais que especial para os fãs de Jogos Vorazes, afinal chegou ao fim a franquia de filmes da série: A Esperança – o final. Um dos filmes mais esperados do ano, tanto para quem ama os livros, como para quem se apegou apenas aos filmes.

JV-A-ESPERANÇA-O-FINAL-POSTER

As expectativas eram enormes, pelo menos da minha parte, já que o último livro, apesar do começo lento, é repleto de ação e tensão emocional. Como reli a obra recentemente (semana passada), a cobrança era ainda maior, porque os detalhes estavam fresquinhos na memória. E, graças aos deuses das adaptações, não fiquei decepcionada.

Obviamente, A Esperança – o final começa de onde paramos na parte 1: vitoriosos resgatados, Peeta mentalmente instável e Katniss se recuperando pós-ataque do Peeta.
Mas o que ainda faltava acontecer? Recuperação do Peeta, conflito no Distrito 2, treinamento de guerra no Distrito 13, a invasão à Capital e o pós-guerra. Não era pouca coisa e ficou um medinho de eles cortarem as partes mais legais e emocionantes.

SS_D125-37207.dng

Eu e a Ná, do Além do Livro, relemos a série juntas e fizemos nossas apostas sobre o que esperar da adaptação. Acho que acertamos quase tudo, mas ainda tivemos algumas surpresas inesperadas! Fizeram algumas mudanças? Claro. E cortes? É óbvio! Porém nada que prejudicasse ou alterasse a essência da história. Inclusive, fiquei muito feliz em ver muitos diálogos importantes sendo reproduzidos fielmente na telona!
Bom, vamos falar do que ficou, o que mudou e o que foi deixado de lado.

SPOILERS A FRENTE

O que teve?
Apesar do processo ter sido mais rápido do que é no livro, o conflito no Distrito 2 aconteceu de maneira impecável. O casamento do Finnick e da Annie me emocionou bastante, apesar de simplesmente ter sido jogado ali entre uma cena e outra.
A trajetória até a Capital também não deixou a desejar com todas as armadilhas estavam presentes e criando muitos momentos de tensão, mas isso também quer dizer uma coisa: as mortes. Nem todas foram fiéis e aconteceram no mesmo momento que no livro, mas quem tinha que morrer, morreu. Muito triste. Foi o único momento em que eu torci para não ser fiel ao livro… Quero o Finnick de volta!
E claro, o grand finale da Coin e do Snow. Aquele final que nos chocou na leitura, chocou muitos desavisados no cinema também. Foi maravilhoso!

maxresdefault

Quais foram as pequenas modificações?
Alguns detalhes foram modificados desnecessariamente, por exemplo, como a Katniss vai para o campo de batalha na Capital. No livro, ela insiste para ser treinada em combate junto com a Johanna Mason para que elas possam embarcar com as tropas que atacarão a cidade. Elas treinam, a Katniss passa no teste e é colocada na tropa comandada pelo Boggs, junto com Gale e outros soldados. Johanna, infelizmente, não passa no teste e é obrigada a ficar no Distrito 13. No filme, a Johanna avisa a Katniss que tem um carregamento de suprimentos saindo para a Capital na noite do casamento do Finnick e ela embarca escondida no aerodeslizador, chega lá e encontra o Gale. No fim, o esquadrão é formado do mesmo jeito, então não entendi a necessidade de terem alterado o início dele.

Do que eu senti falta?
Da Johanna, que não tem o mesmo destaque nos filmes; do processo de recuperação do Peeta, que aconteceu muito rápido e sem muitas explicações sobre como aconteceu. Assim como a recuperação da Katniss após o bombardeio.
Outra coisa que me incomodou, na parte 1, que eu me lembre, ninguém fala da Enobaria, que também foi capturada pela Capital no final de Em chamas e resgatada pelo Distrito 13. De repente ela aparece como uma das vitoriosas sobreviventes para participar de uma certa votação proposta pela Coin.

Acho que é isso… Quer dizer, poderia escrever mais, mas já deu! E vocês, já assistiram? O que acharam?

Bônus: em uma das cenas no caminho para a Capital, eles ativam uma armadilha que começa a disparar várias metralhadoras. Nesse momento nós vemos todo o esquadrão escondido e tenso, com exceção do lindo e maravilhoso Finnick Odair, que aparece gargalhando. Uso de take errado na edição ou fazia parte do show? Mistérios…
Bônus 2: não sei vocês, mas eu sempre shippei o Haymitch e a Effie, e apesar de nos livros nunca acontecer nada, rolou um beijo super fofo no filme. Amei!

  • Nádia Tamanaha

    Acho que nossas análises ficaram bem parecidas, talvez porque a gente tenha ficado comentando tudo na hora, hahaha! Preciso assistir de novo para amar mais, porque a primeira vez é sempre muito cheia de expectativa e ansiedade, então tudo fica meio contaminado – além disso, o Finnick Odead maravilhoso me desconcentrou e arruinou com ataques de riso, haha! E agora é isso… oficialmente órfãs 🙁
    Beijos e obrigada pela companhia!

    • Ficaram mesmo, Ná!! rsrsrs
      Bom, se precisar de companhia para assistir uma segunda ou terceira vez, estou aqui!! o/
      Finnick Odead foi ótimo!! kkkkkkkkkkk Um personagem que conseguiu causar imensa tristeza e gargalhada. <3
      Órfãs. Triste.

      Beijos e eu que agradeço a companhia!!! <3